Livraria

Livro: O Irmão de Assis - Inácio Larrañaga

| Imprimir | PDF 

Um dos mais importantes livros de Inácio Larrañaga, O Irmão de Assis é uma obra encantadora, que pretende desvelar o mistério de São Francisco, a profundidade de sua vida e sua mensagem de amor.

O livro apresenta-nos a simpática figura de São Francisco de Assis, a sua profundidade de vida, a sua mensagem de amor, como uma lufada de ar puro, na Igreja, no tempo do Papa Inocêncio III. Apresenta-nos o sentido profundamente inovador (no campo monástico) da Ordem do Irmão de Assis, a fidelidade total à Dama Pobreza, fugindo de toda a posse de bens e instalação no mundo. Esta obra tem o mérito de esquadrinhar o trabalho da graça na alma de Francisco e de revelar como a Providência o levou, a ele e aos seus primeiros irmãos, pelos caminhos da vida comunitária e do apostolado da pregação. É um livro encantador que espelha toda a mística do Poverello de Assis.

Com uma linguagem emotiva e emocionante, o autor acompanha o Pobrezinho de Assis em sua viagem transformadora: de jovem rebelde e inseguro, como tantos outros, ao "homem novo", que se entrega totalmente ao Senhor, proclamando seu amor por toda a criação.

Como em toda transformação, há primeiro um despertar, que faz cair o véu do engano e da ilusão. Não é algo que ocorra de repente, mas pouco a pouco a pessoa se convence de que nada a seu redor é real ou permanente, a não ser Deus, em sua transcendência e plenitude. Com Francisco não foi diferente, e seu desejo de libertar-se de toda limitação humana é um exemplo de sabedoria e busca dos horizontes eternos que respondem aos impulsos mais ancestrais e profundos do coração humano.

Francisco de Assis é um dos santos mais amados da tradição católica, e a sua popularidade contagia crentes de outros credos e muitos não crentes. Dizer que São Francisco foi um herói romântico, um profeta social, um precursor dos ideais humanistas, um protagonista do seu tempo é certamente pouco. Qual é então o seu segredo? Ignacio Larrañaga, um dos grandes autores contemporâneos do campo da literatura espiritual, não podia deixar-nos com uma resposta imprecisa: ele convoca-nos nesta obra para o interior de uma apaixonante viagem.

Para quem não conhece o santo, a leitura certamente levará a uma fiel devoção. Para quem já está familiarizado com a vida deste ícone da humanidade, será um grande e edificante prazer revisitar sua espiritualidade.

Compartilhar

Livro: Cartas de um Diabo a seu Aprendiz - C. S. Lewis

| Imprimir | PDF 

Dedicada ao seu amigo, J. R. R. Tolkien, esta obra-prima da ironia divertiu e instruiu milhões de leitores com seu retrato zombeteiro e irônico da vida humana feito a partir do ponto de vista do diabo Fitafuso. Ao mesmo tempo freneticamente cômica e supreendentemente original, a correspondência entre o experiente diabo e o seu sobrinho Vemebile mostra o lado mais sombrio e jocoso de C. S. Lewis.

As Cartas são um jogo ousado. Nelas, o diabo Fitafuso, que ocupa um alto grau na hierarquia infernal, se corresponde com seu sobrinho Vermebile, um mero iniciante na carreira, e lhe dá dicas de como proceder em sua missão: conquistar para as trevas a alma de um rapaz inglês na época da Segunda Guerra Mundial. Cada capítulo é uma carta diferente, sempre escrita por Fitafuso, que sugere estratégias, comenta os erros e sucessos de Vermebile e faz uma assustadora investigação da alma do rapaz (cujo nome nunca descobrimos), que, na prática, é um desnudamento da alma humana.

Parece sombrio, e de fato é um pouco, mas também é bastante engraçado. Fitafuso é espirituoso, esperto, e sabe se aproveitar das pequenas fraquezas humanas. A caracterização do Inferno como uma espécie de grande repartição, com uma intrincada burocracia e diabos tentando puxar os tapetes uns dos outros, também dá um tom interessante.

As Cartas, no entanto, acabam sendo um grande aprendizado sobre virtudes e vícios, sobre pecado e salvação. Orgulho, falsas amizades, fervor religioso, angústia, amor, gula, coragem e covardia, simplicidade… são muitas as questões que o livro aborda. O perturbador é o fato de essa abordagem se dar pelo avesso, pelas palavras de um diabo, ou seja, de alguém cujo objetivo é levar uma alma à perdição. Fitafuso chama Deus de o Inimigo e Satanás, Nosso Pai.

As Cartas são, assim, uma espécie de lembrete: vejamos como o mal age ao nosso redor, e tentemos fazer o contrário. Segue alguns trechos como aperitivo. Lembre-se de que em todos os casos quem fala é Fitafuso, dirigindo-se a Vermebile e mencionando Deus e o rapaz vítima das tentações (negritos nossos):

Compartilhar

Leia mais...

Livro: Construir o homem e o mundo - Michel Quoist

| Imprimir | PDF 

 

Este livro de Michel Quoist tornou-se um de meus livros de cabeceira. Posso dizer que ele “moldou” a minha formação espiritual e humana em muitos pontos. Mons. Jonas Abib colocou como um lema para a Canção Nova: “CONSTRUIR HOMENS NOVOS PARA UM MUNDO NOVO”; esta frase pode ser lida no muro do Instituto Canção Nova, em Cachoeira Paulista, SP. Mons. Jonas ficou feliz quando eu lhe disse, em sua casa, que estávamos reeditando o livro no Brasil. O homem “civilizado” construiu um mundo onde não há mais lugar para Deus, como disseram João Paulo II e Bento XVI. Esta é a maior e mais grave crise humana. Reconstruir o homem “à imagem e semelhança de Deus”. Esta é a bela meta dessa obra. É um livro para você ler, reler, levar consigo, citar, anotar, dar à sua namorada (o), a seu filho, a seu amigo, a seu pai, a seu empregado, a quem mais você quiser...

Prof. Felipe Aquino

Compartilhar

Livro: Introdução ao Cristianismo - Joseph Ratzinger

| Imprimir | PDF 

Introdução ao Cristianismo, de J. Ratzinger, é uma pérola teológica. O livro, escrito no final da década de 1960, com uma introdução recente feita pelo próprio autor, traduz aquele momento brilhante da teologia. É maravilhosa síntese do Credo. Buscava-se, então, em meio a uma riqueza teológica exuberante, elaborar sínteses que fossem bússolas para o leitor cristão navegar com tranqüilidade por mares nunca dantes freqüentados.

A partir de uma densa compreensão da fé, o leitor percorre artigo por artigo do Credo, adentrando-se, nas verdades do Símbolo Apostólico. A fé é um dom, mas é feita a um ser racional que pede um mínimo de inteligência de quem crê. Este texto abre caminho para a caminhada em meio às difíceis veredas da modernidade iluminista.

Compartilhar

Leia mais...

Livro: São José, Guardião Eucarístico

| Imprimir | PDF 

São José, Guardião Eucarístico

Através de 31 meditações, São Pedro Julião Eymard apresenta São José – ao lado da Santíssima Virgem – como guardião e perfeito adorador do Santíssimo Sacramento São José é o exemplo para todos aqueles que realmente desejam, com verdadeiro amor, se aproximar da Sagrada Eucaristia.
Belo é viver um mês inteiro com Maria e São José junto da pessoa adorável de Nosso Senhor Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento deste modo, cada fiel pode encontrar a adequada preparação para a eterna vida de adoração no céu.

Compartilhar

Leia mais...

Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2017

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.