Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus – 9 de Julho

Hoje a liturgia se volta para a santidade de vida de uma brasileira naturalizada, Amábile Lúcia Visintainer.

Nasceu em 16 de março 1865 em Vigolo Vattaro, província de Trento, norte da Itália.

Segunda filha do casal a Napoleão e Anna, pobres mais muito cristãos. Em virtude da doença e carestia que assolava a região, em setembro de 1875,  aos 10 anos de idade veio para o Brasil. Escolheram o Estado de Santa Catarina, onde muitos outros trentinos já habitavam.

Conheceu Virginia Rosa Nicolodi, se tornando grandes amigas, ambas apaixonadas pelo Senhor Jesus. 

Antes de entrar para a vida consagrada, dedicou-se religiosamente em cuidar de uma senhora com câncer em fase terminal e a partir desta experiência caridosa deu-se a descoberta do Carisma que fora reconhecido em 12 de julho 1895 pelo Bispo de Curitiba, Paraná, com o nome de Filhas da Imaculada Conceição.

Na oração litúrgica da Igreja é pedido a Deus para nós fiéis a virtude do serviço, motivado pelo amor, a qual mais brilhou no coração da virgem Paulina do Coração Agonizante de Jesus.

Em 1938, com diabetes, iniciava um período de grande sofrimento, iniciando com a amputação do braço direito, até a cegueira total. Madre Paulina morreu serenamente no dia 09 de julho de 1942, na casa geral da congregação, em São Paulo.

Foi beatificada pelo Papa João Paulo II em 1991, em sua  visita oficial ao Brasil. Depois o mesmo pontífice a canonizou em 2002,

Madre Paulina do Coração Agonizante de Jesus e a primeira Santa do Brasil.


Santa Paulina,... Rogai por nós!

Compartilhar

| Imprimir | PDF 

Back to top

Copyright © Comunidade Sião 2020

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.